Sao Francisco.jpg

CONHEÇA MAIS SOBRE O

QUEREMOS FAZER

ENTENDA NOSSO MOVIMENTO

Somos um movimento de cidadãos imbuídos do desejo de participar da vida política de nossa sociedade, por meio de uma ação organizada iluminada pelo pensamento social cristão, visando o Bem Comum e a promoção de valores  fundamentais.

O MOVA é integrado essencialmente por católicos, mas é aberto a outros cristãos e a quem abraça os valores que nos unem. Somos pais e mães de família, profissionais, estudantes, preocupados com os rumos de nossa sociedade e conscientes que sem a atuação política, social e cultural não se pode transformar positivamente o Brasil.

O Mova surgiu porque percebemos que não havia uma representação política verdadeiramente católica no país disposta a aplicar os princípios da Doutrina Social Cristã na vida pública.

POR ISSO, DESEJAMOS:

Formar, na teoria e na prática, novas lideranças capazes de influir em cada uma das realidades sociais conquistando corações e espaços para a política de valores.

 

Organizar as forças sociais muitas vezes dispersas e isoladas para, a partir da construção de consensos radicados na Verdade, promover a política de valores e oferecer resistência às investidas ideológicas que desestruturam nossa sociedade.

Agir de forma bem pensada, estratégica e organizada, com as mais variadas ferramentas e abordagens, a partir dos valores que nos unem, para exercer a política como um serviço ao Bem Comum.

 
Image by Claiton Conto

NOSSAS BANDEIRAS

As bandeiras defendidas pelo MOVA nascem do reconhecimento da dignidade da pessoa humana e estão enraizadas nos princípios da ordem natural e do pensamento social cristão.

Acreditamos que a política é um serviço ao bem comum e não pode ser subordinada aos interesses particulares. A ação política do MOVA Brasil está pautada no amor aos valores que dão alma à sociedade, sua promoção e incansável defesa. Por isso, lutamos pela:

 

VIDA

E FAMÍLIA

Reconhecemos que a pessoa humana possui uma altíssima dignidade. É sujeito e não objeto, uma criatura de Deus, um ser racional chamado a um destino transcendente. Todo e cada ser humano é valioso, sua dignidade deve ser reconhecida e sua vida custodiada desde o momento da sua concepção até seu declínio natural.

Defendemos a família, comunidade de vida e amor fundada no matrimônio, união conjugal de um homem e uma mulher, consórcio permanente, fiel e aberta à vida, comunicação do direito divino e do humano. A família é célula base do tecido social, o lugar natural e próprio para a formação e desenvolvimento integral do ser humano.

A vida humana e a família merecem a mais ampla e decidida promoção e proteção por parte de todos e, em especial, da comunidade política.

LIBERDADE DE

EDUCAÇÃO

Reconhecemos que a educação dos filhos é responsabilidade original e primária dos pais de família. A finalidade da educação é a formação integral do homem, atentando em especial à formação da consciência durante a infância e a adolescência.

Defendemos que os pais devem ser reconhecidos pela comunidade política como os primeiros e principais educadores de seus filhos, garantindo sua plena liberdade para escolher se os instrui em casa ou com ajuda da escola.

Consideramos que a escola tem carácter subsidiário, auxiliam aos pais sobretudo na formação intelectual dos filhos.

 

Defendemos que as escolas devem ter garantida sua liberdade pedagógica, sem regulações excessivas por parte do Estado. Ao mesmo tempo, acreditamos que não podem extrapolar suas funções nem doutrinar ideologicamente os alunos.

LIBERDADE INICIATIVA ECONÔMICA E COMBATE 

À POBREZA

Reconhecemos a dignidade do trabalho como ação orientada a satisfazer as necessidades do homem e sua família. O trabalho é mais do que uma simples mercadoria e por meio dele acede-se à propriedade, forma habitual de se concretizar a destinação universal dos bens.

Defendemos a liberdade de iniciativa econômica, pela qual todos podem usar seus talentos para sustentar suas famílias e gerar riqueza. É um direito inalienável a ser promovido e tutelado, sua negação ou indevida limitação gera consequências negativas à sociedade. Todavia, deve recordar-se que é a economia que esta a serviço do homem e não o homem a serviço da economia.

Defendemos o combate às situações de pobreza que violentam a dignidade humana, as quais devem ser enfrentadas com afinco por amor aos irmãos que sem culpa delas padecem, fortalecendo solidariamente a livre iniciativa dessas famílias ou dando a esses lares amparo subsidiário por parte do Estado.

LIBERDADE RELIGIOSA E

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Reconhecemos que o homem é um ser religioso por natureza; ele procura o sentido da sua existência e é capaz de conhecer e amar seu Criador; sua consciência esta retamente formada quando adere à Verdade e ao Bem.

Defendemos que todo homem deve ser imune de coação em matéria religiosa, de forma que ninguém seja obrigado a agir contra a própria consciência, nem seja impedido de agir de acordo com ela. A isso chamamos de liberdade religiosa. A fé não deve ser perseguida nem vilipendiada.

Defendemos a liberdade de expressão que permite ao homem dizer o que pensa sem temor a represálias, é a manifestação externa do direito interior a ter uma opinião pessoal e exprimi-la livremente dentro dos limites da ordem moral, fundada no direito à busca da verdade.

SUBSIDIARIEDADE E

SOLIDARIEDADE

Reconhecemos que a pessoa humana é um ser social por natureza, que há um vínculo comum entre os homens que nasce da natureza e da dignidade que compartilham. Defendemos ações que fortalecem, estreitam ou reparam os liames que geram o tecido social. A solidariedade aponta para a exigência de que cada um contribua de forma responsável para o bem de todos. É remédio para fragmentação individualista e para a massificação coletivista.

Reconhecemos o direito natural à livre associação e o direito de participação política, econômica, social e cultural dos corpos intermediários. Defendemos a subsidiariedade como critério regulador das relações sociais: uma sociedade de ordem superior não deve interferir na vida interna de uma sociedade inferior, privando-a das suas competências, mas deve antes apoiá-la em caso de necessidade e ajudá-la a coordenar sua ação com a de outros componentes sociais, tendo em vista o bem comum.

DESENVOLVIMENTO,

SEGURANÇA E PAZ

Reconhecemos que a Paz, entendida como “a tranquilidade na ordem”, é um bem a ser cultivado, conservado e defendido. O homem busca viver o sossego e a harmonia que são frutos de uma ordem social justa.

 

Defendemos a luta contra a delinquência e o crime organizado, o combate frontal a toda forma de corrupção – especialmente vinda dos agentes públicos –, e o exercício das funções do Poder Judicial sem conluios nem ativismo ideológico.

Defendemos um desenvolvimento econômico e social que coloca no centro o homem; que usa de forma racional, responsável e sustentável os recursos naturais, cuidando, ao mesmo tempo, da Casa Comum; que não tolera mecanismos de exclusão; e que gesta cidades onde a ocupação dos espaços urbanos e a mobilidade têm uma marca genuinamente humana.

Bandeira do Brasil

CONTAMOS COM A SUA AJUDA

AJUDE A CONTINUAR E EXPANDIR ESSE TRABALHO, 
SEJA UM APOIADOR!

Você é nossa força! Nos dê seu apoio com qualquer valor

APOIE COM

R$

10

,00

APOIE COM

R$

50

,00

APOIE COM

R$

100

,00

WhatsApp Image 2022-03-05 at 16.23_edited.jpg

Faça um pix escaneando pelo app do seu banco o  QRcode acima e contribua com qualquer valor para nosso movimento.

Sua doação será processada de forma simples e segura. Agradecemos desde já!